Receita de sobremesa fácil

Como eu disse, sair para jantar no dia dos namorados pode ser um programa bem estressante. Tá tudo sempre muito cheio, barulhento, fila, mesas próximas demais (você senta praticamente na mesma mesa do casal ao lado).

Melhor ficar em casa! Manda os filhos pra casa da mãe, gente.

Bem... Hoje trouxe uma dica de sobremesa mega fácil e super deliciosa. O que tem de simples, tem de gostosa. Bora pra cozinha caprichar nesse dia dos namorados!

Dá uma olha nas sobremesas do blog! É tudo muito fácil, gente! Só escolher uma!

Espero que curtam! :)
E façam!
E aproveitem!
E... um bom dia dos namorados pra vocês!

sobremesa fácil


Opção 1: morango + cream cheese com creme de leite + farofinha de biscoito maisena = cheesecake!

sobremesa fácil

sobremesa dia namorados


O chocolate tá aí só pra fazer graça mesmo. Só pra deixar o prato mais apresentável.

mesa posta sobremesa

mesa romântica

sobremesa improviso


A gente AMA cream cheese!

dia namorados


Opção 2: morango + suco de laranja com licor de laranja + suspiro esfarelado.

mesa posta sobremesa

sobremesa dia namorados


Claaaaaro que pode ser só o suco. Ou só o licor.

sobremesa morango com suspiro

como servir sobremesa


Morangos alcoolizados e adocicados. Olha gente, essa combinação dá MUITO certo!

dia namorados sobremesa


Se for dirigir não beba. Não péra. Faz essa combinação e volta de táxi. Bem melhor assim!!! Não! Faz melhor. Não volta! :)

Outras sugestões de combinações:

 Tem que ser morango! Ah tem! Morango é a fruta do dia dos namorados, gente! Não é a época do morango, mas você acha. Procura que acha! Vai valer à pena!

 No meio pode ser:
- chocolate derretido;
- brigadeiro;
- nutella;
- leite condensado;
- licor de chocolate;
- qualquer bebida alcoólica de sua preferência;
- iogurte pra quem não sai da dieta mesmo no dia dos namorados.

 Na terceira taça:
- castanha;
- pistache;
- amêndoa;
- granulado;
- coco ralado.


Esse post foi feito em parceria com a Cisper.

Jantar de dia dos namorados

Adiantamos a nossa comemoração de dia dos namorados para poder virar post em tempo de inspirar você a preparar o seu aí na sua casa.

É como eu disse em um outro post: não importa se a 'comemoração' é dia 12, 13, 20 ou 26, o que importa é celebrar o amor sempre!

Eu me inspirei TOTALMENTE no post de sexta passada (espero que você também) e fiz esse champagne bar. Na verdade, prosecco bar, já que é o que eu gosto mais.

Acabou saindo um meeeeega post. Sei lá. Me empolguei nas fotos.

Espero que curtam! :)

dia dos namorados

Para mim, comida é presente. Preparar um jantar especial então, é um presente extraordinário! Daqueles que ficam na memória e tem significado muito maior que qualquer presente que se possa comprar. É como diz aquela propaganda: 'não tem preço'. 

Você coloca amor e carinho em todos os detalhes e a pessoa que está ao seu lado sente isso. Não importa se você não sabe cozinhar pratos elaborados. Cozinhe o que sabe, nem que seja macarrão com salsicha!

Tente não comprar a comida pronta! Não é a mesma coisa. Tenha em mente que um macarrão instantâneo com empanado de frango preparado por você vale mais que aquele arroz à piamontese com medalhão ao molho madeira pedido do restaurante. Vai por mim!

E olha... pode ser bem divertido! :)

decoração dia dos namorados

Eu desmontei o cantinho do café, desmontei arranjos da casa, e até piaçava da vassoura eu usei. Acho que consegui fazer algo pelo menos 'bonitinho' e 'charmosinho'. O importante é que ficou bem aconchegante como eu queria.

dia dos namorados


Os copinhos dourados são para vela, mas usei para colocar as flores.

dia namorados
dia namorados
jantar romantico
decoração mesa posta

presente dia dos namorados

Sim! Presente! Como eu disse lá em cima: preparar um jantar especial não tem preço. Foi o meu presente para ele; e o dele para mim.

jantar romântico


Romã, uva, morango, bombom de cereja.

decoração dia namorados


Um prosecco geladinho! Minha bebida preferida!

mesa namorados
decoração namorados
mesa romântica
presente para namorado
presente para namorada


Era pra ser pudim de iogurte, mas como eu queria usar as tacinhas, não foi ao fogo. Ficou bom do mesmo jeito.

como preparar noite romântica
decoração noite romântica

jantar dia dos namorados

De entrada: massa folhada com damasco e queijo brie. Eu amo folhado e ele damasco com brie! Juntei os dois num 'amô' só!

aperitivos para noite romântica


O jantar foi risoto de shiitake com escalopinho de filé. Sem molho. Só sal e pimenta. Basicão mesmo que é só pra acompanhar o risoto. Deixa o shiitake ser a estrela! :)

mesa posta jantar dia namorados

dia namorados


Eu adoro risoto (ou massa) com carne. Escolhi o corte escalope, pois é o mais rápido para cozinhar. Não dá pra ficar cheirando a bife no dia dos namorados, né gente?! O escalopinho é 'pá-pum'. Super rápido!!

jantar especial namorada



Receita de sopa de ervilha

receita sopa ervilha

Você lê o título do post e pensa: sopa de ervilha, Raquel?! Mas que falta de criatividade. Sopa de ervilha é uma receita tão simples...

Explico: fiz o post para ensinar a melhor maneira de fazer sopa de ervilha! ;)
A senhora pensa que sabe fazer sopa de ervilha, mas não sabe. Quer apostar?

- É só colocar tudo na panela de pressão, ué!
- Nananinanão! Se você não usar a panela de pressão para fazer sua sopa de ervilha, ela vai ficar muito, mas muito mais saborosa! Vai sim! Pode apostar! Experimente!

Receita de brigadeiro de milho

receita brigadeiro milho

Aqui era assim: Bruno adora todo e qualquer tipo de doce de milho; eu comia no máximo um bolo de milho, porque achava que milho só é bom mesmo salgado. Coisa estranha isso de milho doce...

Quer dizer... Milho verde, né? Milho branco pode! :) :) :)

*Em tempo: eu AMO milho verde!

Aí fui experimentando algumas receitas, alguns doces (tem uns que não como ainda), gostando do que ia comendo... Até que resolvi fazer um brigadeiro de milho pro aniversário do Caio, pois era festa junina e eu queria algo dentro do tema.

Como recuperar o alface que murchou

Dicas do dia a dia que facilitam a rotina diária.

Muita gente joga fora a verdura que murchou na geladeira.

Mas não façam isso antes de tentar recuperá-las! Se estiverem um pouco murchinhas, elas podem voltar a ficar alegres e no ponto para uma salada. Mas se estiverem muuuuito murchas, talvez não dê mais para usar em uma boa salada. Aí a solução é usar de outra forma, não jogar fora.

A rúcula, por exemplo, pode ser usada em um risoto, o agrião na rabada, e por aí vai...

Lembrando que verdura murcha não é verdura estragada. Ela começa a ficar ruim quando as folhas amarelam.

Bem, se a ideia ao comprar a verdura era usar em uma salada, saiba que ainda dá para usá-la assim. Você pode usar essa dica com qualquer verdura ou tempero verde!


Veja mais dicas como essa na nossa página sobre dicas domésticas!

Espero que curtam! :)

*fotos de celular.

como recuperar alface murcho

Um alface murchinho que muita gente deixa de usar.
Nessa foto nem parece que está murcho, né?
alface murcho


Mas nessa parece, ó:
recuperar alface murcho


Mas aí é só colocar numa bacia, cobrir com água bem gelada e mais umas pedrinhas de gelo, e deixar por uns 25-30 minutos*. Aproveita e coloca o produto que a Sra. usa para limpar as folhas.

Depois é só lavar como de costume.

*Se tiver espaço na sua geladeira, melhor ainda! Deixe a bacia na geladeira. :)

como recuperar alface murcho


Ó que bonitão que fica!

dica recuperar alface murcho


Nunca mais a Sra. vai jogar as folhas fora só porque estão murchinhas. :)

* Gostou da dica? Tem mais dicas como essa no blog! Vá até a página 'dicas domésticas' para conferir o que já passou por aqui!



Receita de canjica

receita canjica cremosa

Hoje vamos começar uma série de receitinhas especiais para as festas juninas que vem por aí. Se preparem, pois tem muita coisa gostosa. Gostosa e nada light! hehehehe

Na minha humilde opinião, a época mais gostosa do ano!

E a receita de hoje... huuuuuum. Que delícia de canjica!

Cremosa, macia, doce na medida certa... Receita de mãe, sabe?! Pode fazer que não tem erro!

Recheios para tapioca

Algumas pessoas nos escrevem pedindo sugestões de 'recheios para tapioca'. Ou por que não conhecem muitos e querem variar o cardápio em casa ou por que pensam em abrir seu próprio negócio vendendo tapiocas.

Mas por que as pessoas nos pedem isso? Bem, se você ainda não conhece, visite nosso post super completo em que ensinamos o passo a passo para fazer tapioca! Você vai gostar. É bem explicadinho!

tapioca recheios


Não deixe de conferir o post sobre como consertar a tapioca com muita água. Pode ser que um dia precise dessa dica!

Então, vamos deixar algumas sugestões de recheios de tapioca para vocês!

recheios para tapioca

Lembrando que é sugestão nossa! Se tem algum sabor para acrescentar à lista, por favor deixe um comentário para que possamos colocar no post.

recheios de tapioca doce

- Banana c/ queijo
- Banana c/ chocolate
- Banana c/ Nutella
- Banana com doce de leite
- Banana com canela
- Banana com leite condensado
- Queijo c/ coco
- Romeu e Julieta (goiabada com queijo)
- Chocolate
- Doce de leite
- Nutella
- Coco c/ leite condensado (clássico)
- Morango c/ chocolate
- Morango c/ Nutella
- Queijo coalho com mel

recheios para tapioca

recheios de tapioca salgada

- Queijo de coalho
- Queijo minas padrão
- Frango
- Frango c/ queijo
- Carne seca
- Carne seca c/ queijo
- Camarão
- Camarão c/ queijo
- Calabresa
- Calabresa, queijo e tomate
- Presunto c/ queijo (ou variações- peito de peru, blanquet,etc)
- Queijo, tomate e orégano (pizza)

Eu não gosto de inventar muito aqui não, pois acho que tem muito recheio que tira o sabor da tapioca.

Você também pode fazer um pão de queijo de frigideira! Fica muito gostoso!

tapioca recheios



Receita de omelete de forno

receita omelete forno

Hoje trouxe uma receita que parece óbvia, eu sei. Mas tem gente chegando agora nessa coisa de cuidar da casa, administrar refeições, cardápio semanal e tal.

Outro dia, uma amiga recém casada estava me contando que não gosta muito de repetir refeições e que no fim da semana, a geladeira ficava cheia de sobrinhas.

Texto 'Um dia de mãe' de Adriana Falcão

Um dia de mãe
Adriana Falcão

Chegou exausta, cheia de sacolas, dor de cabeça, morta de calor, faminta, caótica, e com um firme propósito: tomar um banho e cair na cama. Encontrou uma acalorada discussão a respeito da impossibilidade de dividir um computador em três (sem despedaçá-lo) e as três crianças aos berros. Todas as luzes da casa estavam acesas. A pressão subiu um pouco.
– Vocês querem fazer o favor de apagar as luzes enquanto eu tomo o meu banho?
Inútil. Todos os membros da família foram acometidos da síndrome de pensar em outra coisa, mal muito comum entre maridos e filhos durante reclamações, queixas, opiniões etc.
Saiu pela casa desligando tudo que estava aceso para o nada: lâmpadas, som, TV, internet...
– Por isso que eu liguei pra cá e só deu ocupado o dia inteiro!
– O quê?
Nada. Já tinha desistido de competir com o walkman fazia muito tempo.
No quarto da filha mais velha, dezenove blusas, cinco saias e quatro vestidos estavam espalhados em cima da cama para devida apreciação da mesma.
– Vai sair?
– Desisti. Não tenho roupa.
A pressão subiu vertiginosamente. Bobagem. Nada que um banho não resolvesse.
– Esse jantar não sai hoje não?
Esquece o banho.
– Sopa de novo?
Calma.
– Ergh!
Respira.
– Por que eu não tenho copo?
Palpitação moderada. Coisa controlável. Foi buscar o copo.
– Aproveita que tá na cozinha e frita um ovo pra mim?
Claro. Fritar ovo inclusive é uma ótima terapia ocupacional pra quem já passou por dois engarrafamentos, banco, pediatra, ginástica, supermercado, uma papelaria entupida de mães comprando material escolar e cinco reuniões de trabalho. Normal.
– Você não sabe que eu só gosto de gema mole?
Teve uma leve síncope nervosa, mas conseguiu se controlar. Afinal, a culpa era dela. Como podia ter cometido um erro tão grave? É óbvio que a mais velha e a do meio gostavam de gema mole (muito sal para a primeira, pouco para a segunda), a menor preferia ovo mexido (sal no ponto), o marido não suportava gema... Ou não suportava clara? Quem gostava de omelete? Qual das crianças teve sarampo? Quem foi que quebrou a perna?
Bateram na porta. Era o porteiro, pra avisar que ia faltar água. Ameaça de infarto. Passou, graças a Deus. Voltou quando alguém espatifou a jarra de suco no chão. (Dessa vez foi de miocárdio.) A menorzinha disse que foi a mais velha. A mais velha disse que foi a do meio. A do meio disse: tudo eu! E se trancou no quarto, de onde só saía em último caso, um incêndio ou um telefonema, por exemplo. O telefone tocou.
– Alguém pode atender enquanto eu limpo o chão ou limpar o chão enquanto eu atendo?
Todos os membros da família foram acometidos de um acesso de paralisia generalizada (espécie de praga que costuma ser causada pela presença da mãe no recinto) acompanhado de mudez instantânea. Acontece. Ela atendeu ao telefone, era engano, limpou o chão, voltou para a mesa, a sopa tinha esfriado. Melhor. Comer engorda.
– O ar-condicionado do meu quarto quebrou.
– Você se lembrou de comprar o meu livro de inglês?
– Não tem geléia não, é?
– O cachorro fez xixi na minha colcha.
– Por que eu não tenho garfo?
O telefone tocou de novo. Nova palpitação seguida de falta de ar súbita. Era para a menor.
– A Júlia pode dormir aqui hoje?
Pode.
– A mamãe deixou. Desce daqui a dez minutos que a gente passa aí pra te pegar.
Ligeiro formigamento no braço esquerdo. Angina? Isquemia? Talvez. Saiu de casa com o firme propósito de pegar a Júlia, voltar correndo, ir direto tomar um banho e cair na cama.
– Aproveita que vai sair e passa na locadora pra devolver os filmes.
– Aproveita que vai passar na locadora e compra o meu remédio na farmácia.
Casa da Júlia. Locadora. Farmácia. Ia ter de deixar o infarto e o banho pra mais tarde.


 Texto: Adriana Falcão; Fonte: Revista Veja Rio

Tem mais textos bacanas como esse no blog! Não deixe de ler!